A dívida pública total nunca foi tão alta

Quinta, 07 Janeiro 2016 | Economía

ZAP.aeiou,

Os cofres do Tesouro, a chamada “almofada de segurança” do Estado, nunca estiveram tão cheios, mas a dívida pública total também nunca foi tão alta e ainda sem acrescentar os custos do Banif. Uma realidade que complica as contas do governo.

O Banco de Portugal anuncia que os cofres do Tesouro, em forma de depósitos e dinheiro, tinham 18.664 milhões de euros, no fim de Novembro de 2015.

Um valor que constitui o “maior de sempre nas séries disponibilizadas pelo banco central, tendo nesse mês aumentado uns expressivos 23% (3.526 milhões de euros) face a Novembro de 2014″, sublinha o Dinheiro Vivo.

Mas em Novembro do ano transacto, a dívida pública subiu dois mil milhões de euros, atingindo os 231,3 mil milhões de euros. Um valor que é também o mais alto de sempre e que não inclui os custos da venda do Banif, concretizada em Dezembro.

“A Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) estima um impacto de três mil milhões de euros na dívida pública”, nota o Diário Económico, concluindo assim, que “os planos do Executivo podem já estar furados”.

António Costa traçou no programa de governo a meta de uma dívida pública de 128,2% do PIB, no final de 2015. Cenário que parece à partida impossível de concretizar, a não ser que a dívida desça em Dezembro, contra todas as previsões.

Publicidade